santinho-santa-paulina-min

Santa Paulina

Ela nasceu em Trent na Itália no dia 16 de dezembro de 1865 e era filha de Napoleão Visintainer e Anna Pianezer e foi batizada Amabile Visintainer.
Quando ela tinha dez anos ela e sua família emigraram para o Brasil e se estabeleceram em Santa Catarina na cidade de Nova Trento.

Descrição

Santa Paulina ou Santa Madre Paulina do Agonizante Coração de Jesus

Amabile cresceu como a filha querida de sua familia.Ela ainda era jovem e já era conhecida pela sua piedade e caridade. Desde cedo ela falava em dar sua vida a Jesus. Ela tinha pouca educação intelectual, mas um grande amor a fé católica, aos doentes e aos pobres.

Ela e algumas amigas tratavam dos doentes e abandonados. Em 12 de julho de 1890 Amabile e suas companheiras decidiram com o aconselhamento de um missionário, Padre Louis Rossi fundar e viverem juntos em uma comunidade religiosa. De fato Padre Rossi tornou-se o primeiro diretor espiritual do grupo que queria devotar sua vida ajudando aos pobres e doentes, ensinando a religião às crianças e alimentando os pobres. Uma pequena casa foi adquirida pela comunidade de Nova Trento e as jovens começaram a viver em Cristo. Amabile, movida pela graça de Deus dedicou seu pequeno grupo a Imaculada Conceição de Maria. (Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição Coração).
Em 1895, Padre Rossi e Amabile decidiram estabelecer com a permissão da Igreja uma congregação com Amabile como superiora. O bispo José de Camargos Barros, bispo de Curitiba, sentindo os planos Divinos do Senhor aprovou o plano e enviou o requerimento a Roma.

No dia 7 de dezembro de 1895 Amabile e suas companheiras, Virginia Nicolidi e Theresa Maoli, pronunciaram seus votos. Amabile escolheu o nome de Irmã Paulina do Coração Agonizante de Jesus, Virginia escolheu Irmã Matilde da Imaculada Conceição e Theresa escolheu Irmã Inês de São José.

Em 1903 a crescente comunidade transferiu sua casa Matriz para Ipiranga, São Paulo onde a Madre Paulina conseguiu dirigir a fundação de mais cinco estabelecimentos da Ordem no Brasil.

Madre Paulina visitava todas as casas e conhecia cada irmã pessoalmente. Ela era muito amada e honrada como a Madre fundadora. Ela trabalhava sempre mais e conclamava as irmãs a fidelidade aos votos de Pobreza, Castidade e Obediência.

Irmã Paulina esteve muito doente e acabou tendo o seu braço direito amputado, mas ela continuava a fazer seu “crochê” com uma só mão, costurando suas vestes, roupas do altar, sempre servindo a Jesus como era capaz. Humilde e obediente aos supremos desejos do Senhor, Madre Paulina era um exemplo heróico de virtude para as suas irmãs.

Perseguindo sua chamada sagrada e resignando-se aos desejos do Senhor ela viveu em contemplação e orações até os 77 anos de idade quando em 9 de julho de 1942 veio a falecer de causas naturais.

Logo após sua morte muitos ativamente procuraram sua intercessão em orações. Muitos favores e preces foram atendidas e muitos milagres são creditados a suas intercessão.

Encontramos especialmente, vocações a irmandade e cura de doentes aos quais Madre Paulina dava grande amor. Três relíquias foram feitas após a sua beatificação. Uma foi dada ao Papa João Paulo II, uma ao Convento onde Madre Paulina vivia e outra a Abert Visintainer e a sua família em Monte Carmelo, foi dado um pequeno osso dos seus dedos.

Ela foi beatificada no dia 18 de Outubro de 1991 e canonizada em 19 de maio de 2002. A ela já foram oficialmente atribuídos dois milagres: A cura de Eluisa Rosa de Souza que havia sido desengana pelos médicos devido a um choque irreversível no sétimo mês de gravidez. O segundo a cura de Iza Bruna Vieira de Souza com nove anos de um tumor no celebro.

Sua festa é celebrada no dia 9 de julho.

1 comentário para Santa Paulina

  1. 5 de 5

    Ótimo atendimento e entrega muito rápida!

Adicionar comentário

COMO FAÇO PARA COMPRAR?

Para efetuar a compra, adicione os produtos no carrinho de compras e clique em "FINALIZAR". Você será direcionado para uma página de finalização do pedido, confira os produtos selecionados e seus respectivos preços, se estiver tudo certo, no coluna "PAGAMENTO & ENTREGA" você deve digitar seus dados pessoais assim como endereço de entrega.
Escolha o método de entrega e o método de pagamento e clique em "FINALIZAR COMPRA".
Se você escolheu o método de pagamento "TRANSFERÊNCIA BANCÁRIO OU DEPÓSITO", envie o comprovante de depósito para:
editora@editorasaojudastadeu.com.br informando no assunto o código do pedido.

E aguarde nosso contato.

 

QUAIS SÃO AS FORMAS DE PAGAMENTO?

Você pode pagar seu pedido por depósito, transferência e boleto bancário.

Titular da conta: Dalton João Selusniacki
Banco: Caixa Econômica Federal
Agencia: 3379
Conta: 1339-9
Operação: 01

Aceitamos também pagamento com cartão de crédito através do Pagseguro.

 

POSSO RETIRAR MEU PEDIDO NA LOJA E ECONOMIZAR NO FRETE?

Caso resida em Curitiba/PR pode retirar diretamente seu pedido conosco, após confirmação do pagamento no endereço abaixo:

Editora São Judas Tadeu
Rua Gabriel Corisco Domingues, 826 - Fundos
Boqueirão - 81670-370
Curitiba - PR

Obs: O atendimento para entregas no local é de segunda a sexta das 18hs as 22hs devendo ser agendado com antecedência.